Volta Ao Passado Para Construir No Futuro

Volta Ao Passado Para Construir No Futuro

A máxima contemporânea de que o retrocesso é o maior progresso se aplica a vários segmentos. A tecnologia avança a passos largos em direção ao passado, resgatando o conhecimento quase instintivo de nossos antepassados para alcançar os ideais de conforto de forma mais natural, sustentável e econômica.

A prova disso é o Projeto N.O.V.A. – Nós Vivemos O Amanhã, criado pela Ampla (distribuidora de energia da Enel Brasil), que construirá uma casa de 375 m2 e R$ 5 milhões de reais em uma área pública do Rio de Janeiro utilizando as mais avançadas tecnologias de construção e automação, totalmente inspirada em técnicas usadas nas construções do período colonial e nos conceitos de sustentabilidade.

Com projeto assinado por Arthur Casas, essa casa futurista terá entre outros diferenciais: refrigeração natural, auto-sustentabilidade na produção de energia, reutilização da água das chuvas e das águas cinzas, contará com vidraças inteligentes que dispensam limpeza e os níveis de consumo serão controlados em tempo real pela internet.

Com entrega prevista para agosto de 2016, durante os Jogos Olímpicos, essa casa é uma experiência tecnológica e sociológica que busca não apenas soluções para o futuro. Os pesquisadores querem conhecer os desejos e expectativas dos usuários, entender seu comportamento e descobrir quais fatores exercerão mais influências sobre suas escolhas.

Financiado através de um sistema de financiamento coletivo pela internet, o projeto já nasceu gerando polêmicas mas é uma importante reflexão sobre a realidade global e a arquitetura funcional dentro desse conceito.

A construção tem que ser inteligente e o belo deve ser resultado disso para agradar de maneira genuína e estar relacionado ao bem estar e qualidade de vida.

 

A casa N.O.V.A. será construída no caminho Niemeyer, perto do futurista MAC de Niterói.
Share This

Leave a Comment