MOPI, A Escola Árvore

MOPI, A Escola Árvore
 Localizada no arborizado bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro, as prédio da Escola MOPI foi projetada pelo escritório Mareines & Patalano e é uma abstração de uma árvore, inspirada na vizinha Floresta da Tijuca.
A planta do conjunto deriva de prédio em forma de “U” com a parte aberta voltada para as belas vistas naturais. Os dois volumes elípticos que se voltam para a avenida contém as salas de aula, enquanto as outras duas em forma de gotas d’água contém salas de aulas complementares como arte, ciências, computação e biblioteca.

 

A divisão do prédio em volumes facilita a circulação de ar e a ventilação natural das salas, além de deixar vem claras as diferentes funções de cada um, servindo como forte referência visual.

 

Por motivos de acessibilidade e inclusão a circulação se dá através de rampas de pouca inclinação entre os níveis. A cobertura do prédio será um jardim suspenso com grande área ajardinada, com funções pedagógicas e de recreação.
Vidros translúcidos duplos são usados como fechamento para as salas de aula, permitindo um grande aproveitamento da luz natural sem que ruídos externos distraiam os alunos.
A fachada principal é composta de painéis de cobre pré-oxidado com micro furos, presos a uma estrutura em madeira laminada de eucalipto de reflorestamento. Essa micro perfuração do cobre permite a passagem do ar filtrando a luz e impedindo a entrada da chuva. Isso permite um jogo de opacidade e transparência da fachada, que durante o dia é opaca quando vista por fora e semi-transparente quando vista por dentro.

Durante a noite o prédio adquire uma transparência que permite visualizar o vibrante jogo de cores do interior da escola, dando a impressão de que o prédio é um organismo vivo.

Share This

Leave a Comment